Quase 20 mil empresas foram autuadas em 2017 por falhas na proteção à saúde dos trabalhadores

Imprimir    A-    A    A+

17/05/2018

 

No ano passado, o Ministério do Trabalho autuou 19.870 empresas por desrespeito às normas de proteção à saúde do trabalhador brasileiro. No total, foram 72.294 autuações por infrações cometidas, o que dá uma média de 3,6 registros por empregador.

De acordo com a pasta, o maior problema encontrado pelos fiscais foi o descumprimento das regras do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional, previsto na Norma Regulamentadora 7. Esse programa visa a prevenir, rastrear e diagnosticar precocemente os riscos à saúde relacionados ao trabalho.

Neste caso, 9.517 empresas foram autuadas (47,9% do total), em 2017. E dados preliminares de 2018, referentes aos primeiros quatro meses do ano, mostram que 2.678 empresas já receberam autos de infração pelo mesmo motivo.

Segundo o ministério, as empresas estão sujeitas a multa e até a interdições das atividades ou embargos de obras, dependendo dos riscos presentes no local de trabalho. Mesmo que não haja acidentes, o descumprimento das normas de segurança estabelecidas já resulta em aplicação de penalidades.

Fonte: Jornal Extra Globo