Imprimir    A-    A    A+

A quinta reunião no ano do Comitê de Política Monetária (Copom) tem como objetivo definir a taxa básica de juros que irá vigorar no país nos próximos meses. Atualmente, a taxa se encontra a 13,75% ao ano, após seis altas seguidas.

A Selic é a taxa de juros em que os bancos comerciais se balizam. Hoje é utilizada como ferramenta de política monetária do Banco Central como forma de conter o avanço da inflação. Um aumento na Selic reflete na retração do crédito no país, tendo em vista que o crédito se torna mais caro.

O mercado projeta aumento de 0,5 ponto percentual da taxa devido a dois eventos. O primeiro foi a redução da meta fiscal de 1,19% do PIB para 0,15% e o segundo foi o discurso do diretor de Política Econômica do Banco Central, Luiz Azawa. Se confirmada a projeção do mercado, a Selic passará a 14,25%.

Renan Klein – Relações Institucionais da CNTC

É permitida a reprodução deste material, desde que citada a fonte.



Notícias