Imprimir    A-    A    A+

Pauta da Semana – 7 a 11 de agosto de 2017

Pauta da Semana

A Pauta da Semana sintetiza a previsão dos trabalhos nos Plenários e Comissões da Câmara dos Deputados e Senado Federal no período de 7 a 11 de agosto de 2017, observando que os eventos podem ser cancelados, acrescentados ou alterados.

Diretor: José Francisco Jesus Pantoja Pereira
Gerente de Relações Institucionais: Sheila Tussi da Cunha Barbosa
Analista de Relações Institucionais: Fernanda Silva, Janaína Silva,
Letícia Goedert e Samuel Pereira
Assistente Administrativa: Quênia Adriana Camargo

CLIMA PÓS VOTAÇÃO DA DENÚNCIA: rejeitada a denúncia contra o presidente Temer na semana anterior, o Congresso Nacional volta a concentrar-se em seus prioridades. A Câmara dos Deputados tem a pauta do plenário dessa semana trancada por cinco Medidas Provisórias, que precisam ser votadas ou “caducarão”, ou seja, perderão o prazo de vigência. Ainda, a Casa analisa nas próximas semanas a proposta de Reforma Política que, se aprovada até o início de outubro, pode ter efeitos sobre as eleições de 2018, o que explica a pressa dos deutados para que essa proposta seja aprovada.

O Senado Federal inicia a semana com a pauta do plenário cheia e, entre os itens de destaque, está o projeto que altera a Constituição para tornar imprescritível o crime de estupro. O Conselho de Ética também atrai a atenção nessa semana pois há reunião convocada para terça-feira (8) que definirá a relatória da denúncia do senador José Medeiros (PSD-MT) contra senadoras da oposição que ocuparam a mesa do Senado para protestar contra a votação da reforma trabalhista.

GOVERNO TENTA RECUPERAR BASE: confiante após o resultado da votação da denúncia no plenário da Câmara dos Deputados, o presidente Temer busca recuperar apoio da sua base aliada para retomar a tramitação da Reforma da Previdência. Nesse processo, Temer designou o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, como articulador da Reforma da Previdência na Casa. A proposta está pronta para ir ao plenário da Câmara dos Deputado, onde precisa ser aprovada em dois turnos de votação com, no mínimo, 3/5 dos votos, ou seja 308 votos favoráveis.

Câmara dos Deputados

Plenário


Sessões Deliberativas do Plenário estão programadas para 3ª feira às 14h; 4ª feira às 14h e 5ª feira às 9h.

O Plenário da Câmara dos Deputados encontra-se trancado por cinco Medidas Provisórias: MP 772/17, que trata da inspeção sanitária e industrial de produtos de origem animal; MP 773/17, que autoriza estados, Distrito Federal e municípios a usar dinheiro da regularização de ativos no exterior para cumprir o limite constitucional de gastos com educação; MP 774/17, que acaba com a desoneração da folha de pagamento para a maioria dos setores hoje beneficiados; MP 775/17, que determina que em todas as operações realizadas no âmbito do mercado financeiro deverá haver, se for o caso, a chamada constituição de gravames e ônus, atualmente limitada a operações do mercado de valores mobiliários e do sistema de pagamentos brasileiro; e MP 783/17, que permite o parcelamento de dívidas com a União, tanto de pessoas físicas quanto de pessoas jurídicas.

Entre os itens de interesse na pauta do dia 8 constam:

Urgência para projeto sobre ausência no serviço para exames preventivos de câncer

Item XVII – Requerimento nº 6.768, de 2017, dos Srs. Líderes, que requer, nos termos do art. 155 do Regimento Interno da Câmara dos Deputados, urgência para apreciação do Projeto de Lei nº 843, de 2007, do Sr. Daniel Almeida, que altera o art.453 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, a fim de permitir a ausência ao serviço para realização de exame preventivo de câncer do colo de útero, de câncer da mama ou de câncer da próstata.

Assédio Moral no Trabalho

Item 8 – Projeto de Lei 4742-A, de 2001, do deputado Marcos de Jesus (PFL-SP), que introduz art. 146- A no Código Penal Brasileiro, dispondo sobre o crime de assédio moral no trabalho. Relatório: parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, pela constitucionalidade, juridicidade, técnica legislativa e, no mérito, pela aprovação deste e do de nº 4.960/01, apensado, com substitutivo.

Abono de ausência no serviço para exames preventivos de câncer

Item 32 – Projeto de Lei 843-G, de 2007, do deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA), que altera o art. 473 da Consolidação das leis do trabalho – CLT, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, a fim de permitir a ausência ao serviço para realização de exame preventivo de câncer.

Relatório: parecer da Comissão de Seguridade Social e Família, pela aprovação; da Comissão de Trabalho, de Administração e de Serviço Público, pela aprovação da emenda nº 2 e pela incompetência da Comissão para analisar a emenda nº 1; e da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa.

Outras propostas poderão ser votadas mediante acordo de líderes.

Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania

3ª feira às 14h30, 4ª feira às 10h


Validade de certidões

Item 42 – Projeto de Lei 712, de 2011, do deputado Jorge Côrte Real (PTB-PE), que aumenta para 180 dias o prazo de validade das certidões que menciona, emitidas pela Caixa Econômica Federal, pelo Instituto Nacional de Seguro Social – INSS, pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e pela Secretaria da Receita Federal.

Relatório: apresentado pelo deputado Alceu Moreira (PMDB-RS), pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa deste e do PL 1239/11, apensado, na forma do Substitutivo da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público e da Subemenda da Comissão de Finanças e Tributação, com subemenda.

Tolerância para comparecimento em audiência na Justiça do Trabalho

Item 45 – Projeto de Lei 2795, de 2011, do deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT), que altera a redação do caput do art. 844 da Consolidação das Leis do Trabalho para estabelecer o prazo de quinze minutos de tolerância para o comparecimento das partes à audiência de instrução e julgamento na Justiça do Trabalho.

Relatório: apresentado pela deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), pela constitucionalidade, juridicidade, técnica legislativa e, no mérito, pela aprovação.

Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços

4ª feira às 9h30


Antecipação de feriados

Item 7 – Projeto de Lei 3024, de 2015, do deputado Marcelo Belinati (PP-PR), que dispõe sobre antecipação de comemoração de feriados com o objetivo de trazer benefícios para a economia nacional.

Relatório: apresentado pelo deputado Mauro Pereira (PMDB-RS), pela rejeição.

Jovem aprendiz com deficiência

Item 8 – Projeto de Lei 5260, de 2016, do deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT), que altera o § 3º do artigo 93 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, para permitir que a contratação de aprendiz com deficiência seja considerada na verificação do cumprimento da reserva de vagas de emprego às pessoas com deficiência.

Relatório: apresentado pelo deputado Jorge Côrte Real (PTB-PE), pela aprovação deste, e do PL 6707/2016, apensado, com substitutivo.

Lavagem de uniformes

Item 13 – Projeto de Lei 323, de 2015, do deputado Jorge Solla (PT-BA), que dispõe sobre a responsabilidade das empresas pela lavagem dos uniformes usados por seus empregados.

Relatório: apresentado pelo deputado Jorge Côrte Real (PTB-PE), pela aprovação com emenda.

Lavagem de uniformes quando usados produtos nocivos

Item 18 – Projeto de Lei 6842, de 2017, do deputado Assis Melo (PCdoB-RS), que responsabiliza as empresas que utilizam produtos nocivos à saúde do trabalhador e ao meio ambiente, a lavarem os uniformes de seus empregados.

Relatório: apresentado pelo deputado Jorge Côrte Real (PTB-PE), pela aprovação com substitutivo.

Comissão de Seguridade Social e Família

4ª feira às 9h30


Violência contra idosos

Item 6 – Projeto de Lei 3779, de 2015, do deputado Felipe Bornier (PROS-RJ), que ria mecanismos para coibir a violência contra idosos.

Relatório: apresentado pela deputada Leandre (PV-PR), pela aprovação, com substitutivo.

Monitoramento eletrônico de agressor

Item 13 – Projeto de Lei 4972, de 2013, do ex-deputado e atual senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), que modifica a Lei Maria da Penha para estabelecer o uso de monitoramento eletrônico como meio de fiscalizar o cumprimento das medidas protetivas de urgência que obrigam o agressor.

Relatório: apresentado pela deputada Erika Kokay (PT-DF), pela aprovação deste, do PL 5161/2013, do PL 5222/2016, do PL 6895/2013, do PL 1180/2015, e do PL 4623/2016, apensados, com substitutivo.

Renda básica para pessoa com deficiência

Item 15 – Projeto de Lei 7980, de 2014, do deputado Guilherme Mussi (PP-SP), para instituir renda básica, no valor de um salário mínimo mensal, para a pessoa com deficiência.

Relatório: apresentado pelo deputado Rôney Nemer (PP-DF), pela aprovação.

Comissão de Educação

4ª feira às 10h


Audiência Pública sobre os 11 anos da Lei Maria da Penha

Item 3 – Requerimento nº 349, de 2017, da deputada Pollyana Gama (PPS/SP), pela realização de audiência pública conjunta da Comissão de Educação com a Comissão Permanente Mista de Combate à Violência Contra a Mulher para debater sobre os onze anos da Lei 11.340, de 7 de agosto de 2006 (Lei Maria da Penha).

Comissão de Finanças e Tributação

4ª feira às 10h


Contribuição previdenciária sobre aviso prévio indenizado

Item 15 – Projeto de Lei 5574, de 2009, do deputado Afonsa Hamm (PP-RS), que acrescenta alínea “y” ao § 9º do art. 28 da Lei nº 8.212, de 24 de julho de 1991, para deixar expresso que não incide contribuição previdenciária sobre o aviso prévio indenizado.

Relatório: apresentado pelo deputado Edmilson Rodrigues (PSOL-PA), pela incompatibilidade e inadequação financeira e orçamentária.

Prazo de parcelamento de débitos de micro e pequenas empresas

Item 26 – Projeto de Lei 2298, de 2015, que altera o artigo 10-A da Lei nº 10.522, de 19 de julho de 2002, para aumentar o prazo de parcelamento de débitos com a Fazenda Nacional das microempresas e empresas de pequeno porte.

Relatório: apresentado pelo deputado Helder Salomão (PT-ES), pela compatibilidade e adequação financeira e orçamentária; e, no mérito, pela aprovação.

Recolhimento retroativo de contribuições interrompidas

Item 29 – Projeto de Lei 2146, de 2011, do ex-deputado Eudes Xavier (PT-CE) e outros, que acrescenta ao art. 12 da Lei nº 8.212, de 24 de julho de 1991 o § 13, e acrescenta o art. 125-B à Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, a fim de estabelecer a possibilidade de serem recolhidas retroativamente contribuições interrompidas por lapso temporal.

Relatório: apresentado pelo deputado Julio Lopes (PP-RJ), pela incompatibilidade e inadequação financeira e orçamentária do Projeto e do Substitutivo adotado pela Comissão de Seguridade Social e Família.

Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público

4ª feira às 10h


Depósito recursal em processos trabalhistas

Item 5 – Projeto de Lei Complementar 348, de 2013, do deputado Laercio Oliveira (SD-SE), que altera a Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, para dispensar as microempresas e empresas de pequeno porte do depósito recursal em processos trabalhistas.

Relatório: apresentada pela deputada Gorete Pereira (PR-CE), pela aprovação, com substitutivo.

Dispensa a Assistência Sindical às rescisões de contratos

Item 10 – Projeto de Lei 1161, de 2015, do deputado Alceu Moreira (PMDB-RS), que altera o artigo 477 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, para dispor sobre hipóteses de dispensa da assistência às rescisões de contratos de trabalho do trabalhador alfabetizado.

Relatório: apresentado pelo deputado Jorge Côrte Real (PTB-PE), pela aprovação, com emenda.

Juros de mora e débitos judiciais

Item 12 – Projeto de Lei 1981, de 2015, do deputado Silvio Costa (PTdoB-PE), que dispõe sobre juros de mora e atualização monetária dos débitos judiciais.

Relatório: apresentado pelo deputado Lucas Vergílio (SD-GO), pela aprovação deste, e do PL 7634/2017, apensado, com substitutivo.

Efeitos previdenciários sobre reclamação trabalhista

Item 16 – Projeto de Lei 5031, de 2016, do deputado Baleia Rossi (PMDB-SP), que dispõe sobre a inclusão do inciso VII ao art. 55 da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, para tratar do reconhecimento de efeitos previdenciários em decisão judicial de reclamação trabalhista transitada em julgado.

Relatório: apresentado pelo deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA), pela aprovação deste, e pela rejeição do PL 5692/2016, apensado.

Redução do valor do depósito recursal

Item 17 – Projeto de Lei 5351, de 2016, do deputado Marinaldo Rosendo (PSB-PE), que acrescenta parágrafo ao art. 899 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT a fim de reduzir o valor do depósito recursal para microempresa e empresa de pequeno porte.

Relatório: a ser apresentado pela deputada Gorete Pereira (PR-CE).

Percentual para contratação de trabalhadores locais

Item 18 – Projeto de Lei 6008, de 2016, do deputado Rômulo Gouveia (PSD-PB), que acrescenta artigo à Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, para garantir a contratação de um percentual mínimo de 20% de trabalhadores da localidade em que as empresas estejam instaladas ou venham a se instalar.

Relatório: apresentado pela deputada Gorete Pereira (PR-CE), pela aprovação.

Prioridade para processos sobre acidente de trabalho

Item 20 – Projeto de Lei 6545, de 2015, do deputado Marco Maia (PT-RS), que acrescenta artigo à Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, a fim de dispor sobre a prioridade de tramitação de processos relacionados a acidente do trabalho.

Relatório: apresentado pelo deputado Assis Melo (PCdoB-RS), pela aprovação.

Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher

4ª feira às 11h


Licença à gestante em situação de risco

Item 2 – Projeto de Lei 4884, de 2012, da senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), que altera a Consolidação das Leis do Trabalho – CLT e a Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, que dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social, para dispor sobre licença especial à gestante em situação de risco.

Relatório: apresentado pela deputada Raquel Muniz (PSD-MG), pela aprovação.

Agressor deverá pagar pelas despesas da Previdência com a vítima de violência

Item 4 –  Projeto de Lei 290, de 2015, do deputado Valmir Assunção (PT-BA), que acrescenta art. 17-A à Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006, que cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher, para dispor sobre o direito de regresso da Previdência Social perante o agressor.

Relatório: apresentado pela deputada Ana Perugini (PT-SP), pela aprovação do Projeto de Lei nº 290/2015 e dos PLs 422/2015 e 3.846/2015, apensados, com Substitutivo, e pela rejeição dos PLs 6.315/2016 e 6.410/2016, apensados.

Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa

4ª feira às 14h


Cálculo para aposentadoria por idade

Item 3 – Projeto de Lei 4698, de 2009, do deputado Cleber Verde (PRB-MA), que acrescenta o termo ”e inclusive, também, para a obtenção da aposentadoria por idade” ao final do art. 28, que dispõe sobre o salário de contribuição, da Lei nº 9.711, de 20 de novembro de 1998, que trata da organização da Seguridade Social.

Relatório: apresentado pelo deputado Carlos Henrique Gaguim (PODE-TO), pela aprovação deste, com substitutivo, e pela aprovação parcial do PL 6098/2009, apensado.

Senado Federal

Plenário


Sessões Deliberativas do Plenário previstas 3ª, 4ª e 5ª feira, a partir das 14h.

Crime de estupro imprescritível

Item 2 – Proposta de Emenda à Constituição 64, de 2016, do senador Joge Viana (PT-AC), que altera a Constituição Federal, para tornar imprescritíveis os crimes de estupro.

Relatório: apresentado pela senadora Simone Tebet (PMDB-MS), favorável ao projeto.

VOTAÇÃO EM SEGUNDO TURNO.

Outras propostas poderão ser votadas mediante acordo de líderes.

Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa

2ª feira, às 9h


Audiência Pública para debater as reformas previdenciárias e trabalhista, com foco nas

contribuições e na gestão. Entre os convidados:

  • Luiz Alberto dos Santos, Consultor Legislativo do Senado Federal;
  • Floriano Martins de Sá Neto, Presidente do Conselho Executivo da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil – ANFIP;
  • Paulo Penteado Teixeira Junior, Promotor de Justiça, 1º Secretário da Associação Paulita do Ministério Público – APMP;
  • Carlos Silva, Presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho – SINAIT;
  • Marília Vieira Machado da Cunha Castro, Representante do Instituto Brasileiro de Atuária – IBA;
  • Noemia Aparecida Garcia Porto, Vice-Presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho – ANAMATRA;
  • Emanuel de Araújo Dantas, Subsecretário do Regime Geral de Previdência Social, Substituto, do Ministério da Fazenda;
  • Paulo Martins, Secretário-Geral do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado – FONACATE.

CPI da Previdência

2ª feira, às 15h


 Audiência Pública com os convidados:

  • Clodoaldo Batista Neri Júnior, Diretor-Executivo da Associação Nacional dos Aposentados, Deficientes, Idosos, Pensionistas e dos Segurados da Previdência Social – ANADIPS;
  • Artur Carlos de Morais, representante do Sindicato dos Servidores Integrantes da Carreira de Auditoria de Atividades Externas do DF – SINDAFIS;
  • Divinato Ferreira da Consolação, Presidente da Federação Interestadual dos Policiais Civis da Região Centro Oeste e Norte – FEIPOL.

Comissão de Assuntos Econômicos

3ª feira, às 10h


 Manuenção do emprego e valor da remuneração

Item 5 – Projeto de Lei do Senado 40, de 2009, que cria incentivo fiscal no âmbito do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica para a manutenção do emprego e do valor da remuneração dos trabalhadores das empresas afetadas pela crise financeira internacional.

Relatório: apresentado pela senadora Regina Sousa (PT-PI), pela prejudicialidade do projeto.

Reserva de vagas para trabalhadores com mais de 45 anos

Item 14 – Projeto de Lei do Senado 404, de 2015, do senador Paulo Paim (PT-RS), que estabelece que as empresas com 100 ou mais empregados ficam obrigadas a oferecer, no mínimo, 15% das vagas de seus quadros de pessoal a trabalhadores com idade igual ou superior a 45 anos.

Relatório: apresentado pelo senador José Medeiros (PSD-MT), contrário ao projeto.

Comissão de Assuntos Sociais  

4ª feira, após audiência pública às 9h


 Continuidade do contrato após aposentadoria

Item 1 – EMENDAS DE PLENÁRIO AO Projeto de Lei da Câmara 137, de 2015, do ex-deputado Alceu Collares (PDT-RS), que altera a redação do art. 453 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, a fim de dispor sobre a não extinção do contrato de trabalho em virtude de aposentadoria do empregado.

Relatório: apresentado pelo senador José Pimentel (PT-CE), pela rejeição da Emenda nº 1-PLEN apresentada ao projeto.

Regulação da despedida arbitária ou sem justa causa

Item 2 – Projeto de Lei do Senado 274, de 2012, do ex-senador Pedro Taques (PSDB-MT), que regulamenta o inciso I do artigo 7º da Constituição Federal, que dispõe sobre a proteção da relação de emprego contra a despedida arbitrária ou sem justa causa.

Relatório: apresentado pelo senador José Pimentel (PT-CE), pela aprovação do projeto e da emenda que apresenta.

Saque do FGTS para trabalhador com lúpus

Item 7 – Projeto de Lei do Senado 322, de 2015, do senador Romário (PODE-RJ), que institui a Política Nacional de Conscientização e Orientação sobre o Lúpus Eritematoso Sistêmico; e altera a Lei nº 8.036, de 11 de maio de 1990, para permitir o saque dos valores depositados na conta vinculada do trabalhador com a doença no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Relatório: apresentado pela senadora Ângela Portela (PDT-RR), pela aprovação.

Movimentação do FGTS para trabalhador com deficiência adquirir automóvel

Item 10 – Projeto de Lei do Senado 625, de 2015, do senador Valdir Raupp (PMDB-RO), para permitir a movimentação da conta vinculada do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) quando o trabalhador com deficiência necessitar adquirir veículo automotor próprio.

Relatório: apresentado pela senadora Ana Amélia (PP-RS), pela aprovação do projeto na forma da emenda nº1-CDH.

Saque do FGTS para despesas com plano privado de saúde

Item 11 – Projeto de Lei do Denado 376, de 2016, do senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), que acrescenta inciso ao art. 20 da Leiº 8.039, de 1990, para possibilitar a movimentação da conta vinculada do trabalhador no FGTS para pagamento ou ressarcimento de despesas com pagamento de plano privado de assistência à saúde.

Relatório: apresentado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), pela aprovação do projeto e das duas emendas que apresenta.

Desconto do atestado de comparecimento

Item 12 – Projeto de Lei do Senado 92, de 2017, da senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), que acrescenta parágrafo único ao art. 473 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, para vedar o desconto do atestado de comparecimento.

Relatório: apresentado pelo senador Paulo Paim (PT-RS), pela aprovação do projeto.

Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania  

4ª feira às 10h


Injúria por gênero

Item 8 – Projeto de Lei do Senado 291, de 2015, de autoria da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), que altera o Código Penal, a fim de penalizar a injúria praticada por razões de gênero.

Relatório: apresentado pela senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), pela aprovação do projeto com emenda que apresenta.

Pagamento de honorários de intérprete judicial

Item 14 – Projeto de Lei da Câmara 73, de 2011, de autoria do deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT), que estabelece que as despesas decorrentes dos honorários de intérprete judicial correrão por conta da parte sucumbente, salvo se beneficiária de justiça gratuita.

Relatório: apresentado pelo senador Humberto Costa (PT-PE), pela aprovação do Projeto.

Atendimento policial especializado à vítima de violência doméstica

Item 23 – EMENDAS DE PLENÁRIO AO Projeto de Lei da Câmara 7, de 2016, do deputado Sergio Vidigal (PDT-ES), que acrescenta dispositivos à Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006, para dispor sobre o direito da vítima de violência doméstica de ter atendimento policial e pericial especializado, ininterrupto e prestado, preferencialmente, por servidores do sexo feminino.

Relatório: apresentado pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), favorável à Emenda de Plenário nº 21, na forma da subemenda de redação que apresenta, e contrário às demais Emendas de Plenário.

 

Brasília-DF, 7 de agosto de 2017.





Notícias